Contra o desmonte da greve da FASUBRA! Temer Jamais!

A seguir publicamos texto sobre os rumos da greve da FASUBRA, com as posições do COMBATE – Classista e pela Base, movimento sindical que atua em várias categorias em nível nacional.

Mais do que nunca é hora de seguir adiante, não recuar, seguir enfrentando Temer e seus aliados.


Contra o desmonte da greve da FASUBRA! Temer Jamais!

Na última reunião do CNG, a direção da FASUBRA orientou o fim da greve para 15/12. Uma decisão completamente errada, num momento de crise política e de ataques contra os trabalhadores. Uma crise generalizada que colocou em risco a permanência de Temer na presidência e desgastou Renan, Maia, a câmara e o senado. O judiciário se desmoralizou após defender corruptos e ajudar a aplicação do ajuste. Por outro lado, existe uma onda de ocupações estudantis, greves da educação federal e protestos estaduais, como os servidores do RJ que vem enfrentando a repressão nas ruas. A greve da FASUBRA obteve apoio de instâncias superiores de 45 IFES. A ANDIFES, em recente oficio, declarou a “impossibilidade de corte de ponto”.

Sair da greve enfraquece a luta contra Temer!

Estamos numa guerra de classe contra a PEC 55, a contrarreforma do ensino médio e o ajuste nos estados. E agora contra a reforma da previdência, que prevê um ataque global aos trabalhadores. Porem a direção da FASUBRA decide abandonar a luta antes mesmo da votação da PEC e dos atos do dia 13/12. Um erro que enfraquece a greve do ANDES-SN, do SINASEFE, as ocupações estudantis e as lutas estaduais. Quebra a unidade da educação federal e desarma os servidores na luta contra o ajuste. Por isso o correto é que as assembleias de base votem por manter a greve e por uma nova reunião do CNG no dia 14/12. O que daria tempo para articular uma decisão da educação federal, por meio de uma plenária ou comando de greve unificado. No dia 14/12 podemos avaliar melhor o cenário político e da luta de classes e aí sim debater os rumos da greve. Anunciar o fim da greve antes da votação da PEC é abandonar a trincheira antes do fim da guerra. E a pior derrota para um exército é aquela que ele não combateu.

Companheiros do BASE do VAMOS À LUTA: reflitam e revejam sua posição!

Os companheiros da esquerda, as direções do BASE e do VAMOS À LUTA, estão equivocados em defender essa proposta. Nós estivemos na mesma chapa e ajudamos a eleger esses companheiros para a direção da FASUBRA e por isso não podemos ficar calados diante desse erro. Batalhamos por uma chapa unitária da esquerda para derrotar a pelegada do PT e do PCdoB que sempre traiu nossas lutas. Ajudamos a eleger o BASE e o VAMOS À LUTA para que essa direção colocasse nossa entidade sob novos rumos, combativos e classistas. Mas infelizmente isso não está acontecendo. É preciso apostar na luta, na força da classe trabalhadora para enfrentar os ataques. Hoje, dia 09/12, 12 mil operários marcharam na Anchieta contra a reforma da previdência, enfrentando as multinacionais e o governo. É nesse exemplo que deveríamos pensar ao debater os rumos de nossa greve. Apelamos que os companheiros reflitam e mudem de posição nas assembleias de base.

Concordamos com a proposta da Assembleia de greve da UFF

Registramos nossa indignação com a metodologia do CNG. De forma antidemocrática, a mesa não encaminhou a proposta da delegação do SINTUFF sobre a continuidade da greve. Concordamos com essa resolução, adotada na assembleia geral dos trabalhadores da UFF:  Que o CNG da FASUBRA: Encaminhe a proposta da Assembleia passada do SINTUFF pela realização de uma plenária unificada dos Comandos de Greve, Ocupações e Centrais Sindicais; Convoque protestos de rua nos estados no dia 13/12; Publique uma nota pública unificando a luta contra o ajuste com a luta contra a corrupção: a) Contra a PEC 55, reforma da previdência; b) Contra o ajuste nos estados, c) confisco de bens dos políticos e empresários corruptos, d) Expropriação das empreiteiras envolvidas na corrupção; Proponha a Frente Povo sem Medo e Brasil Popular transformar o dia 13/12 em um dia de greve geral

 

09/12/16, COMBATE – Classista e pela base!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *