LIBERDADE PARA PUIGDEMONT! FIM DA REPRESSÃO AO POVO CATALÃO

O ex-presidente catalão Carles Puigdemont foi detido na Alemanha a pedido do governo do estado espanhol de Rajoy. Sua detenção se dá no marco de uma ofensiva contra o povo catalão e os independentistas, e inclui a prisão de membros do governo e dirigentes das principais organizações populares catalãs. O regime de Rajoy e a monarquia buscam intimidar o povo catalão em luta por sua autodeterminação nacional.
A resposta do povo catalão não se fez esperar. Milhares saíram às ruas para repudiar a detenção de Puigdemont. Convocados pela Associação Nacional Catalã (ANC) e os autodenominados Comitês de Defesa da República Catalã (CDRs), os trabalhadores, a juventude e o povo catalão exigiram a greve geral e pediram liberdade para Puigdemont e todos os presos políticos e os perseguidos desde outubro de 2017. O governo de Rajoy respondeu com mais repressão, de que resultou um saldo de nove detidos e cerca de 100 feridos. Há um risco real de que o governo de Angela Merkel, solidário com o governo repressor de Rajoy, atenda ao pedido de extradição de Puigdemont.
Nós, da Unidade Internacional do Trabalhadores-Quarta Internacional (UIT_QI), repudiamos a detenção de Puigdemont, exigimos sua liberdade e a de todos os presos políticos catalães, bem como o fim da perseguição e criminalização da luta dos independentistas catalães. Fazemos um chamado à mais ampla solidariedade internacional com o povo catalão, em defesa da Catalunha Livre e em repúdio a toda forma de repressão, criminalização e judicialização da luta do povo catalão.
 
Unidade Internacional dos Trabalhadores-Quarta Internacional (UIT-CI)
26 de março de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *