Repudiamos os bombardeios de Israel a Gaza!

Ao menos sete palestinos morreram e mais de 15 ficaram feridos nesta segunda, dia 12 de novembro, na área de Beit Lahia, norte de Gaza, pelos sistemáticos bombardeios do estado sionista de Israel. Se trata de uma nova escalada de violência criminosa por parte de Israel contra o povo palestino na Faixa de Gaza que se iniciou domingo.

Tudo começou, quando uma “força especial” de Israel entrou no território de Gaza para realizar uma “operação especial” e foi interceptada por uma brigada de Ezedin al Qasam, braço armado de Hamas. O próprio estado de Israel e suas Forças Armadas tiveram que reconhecer que realizaram uma operação secreta em território palestino: “As Forças Armadas confirmaram a morte de um de seus oficiais infiltrados, um tenente coronel de operações especiais de 41 anos, identificado somente com a letra M, cujo corpo pode ser evacuado” (El País, 13/11). Na realidade, se trata de uma nova ação militar no território palestino para avançar na ocupação, que já dura 70 anos, chancelada pelo imperialismo norte americano.

Os bombardeios israelenses, com caças F-16 e helicópteros, começaram antes mesmo que o Hamas ordenasse o lançamento de foguetes no território de Israel. Eles tinham o objetivo de garantir a retirada das forças especiais sionistas. E agora Israel continua com novas represálias contra o povo palestino.

A mídia tenta confundir e argumentar que há um “confronto” como se o Estado sionista de Israel não estivesse realizando genocídio sistemático para ocupar o território da Faixa de Gaza e da Cisjordânia. Somente neste ano, mais de 200 palestinos foram mortos com a violência exercida pelo Estado de Israel.

Nós da UIT-CI repudiamos os bombardeiros israelenses e esses novos crimes do Estado sionista e racista de Israel. Não há saída para o povo palestino com a utopia de uma possível “coexistência pacífica” entre os dois Estados. Chamamos aos povos do mundo a realizarem ações de solidariedade com o povo palestino e levantarem a exigência de que seus governos rompam relações com Israel.

  • Fim do massacre em Gaza !
  • Chega de repressão criminosa contra o povo palestino!
  • Liberdade para todos os prisioneiros palestinos!
  • Basta do estado do Apartheid de Israel! Somente um estado único, laico, democrático e não racista na Palestina, pode haver paz na região.
  • Fora o imperialismo da Palestina e todo o Oriente Médio!
  • Apoio incondicional à resistência do povo palestino!

Unidade Internacional dos Trabalhadores- Quarta Internacional (UIT-CI)

13/11/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *