PSOL protocola voto em separado contra a reforma da previdência

Do site do PSOL:

Nesta quinta-feira (11), a bancada do PSOL protocolou na Câmara dos Deputados um voto em separado contra a reforma da previdência. O documento foi assinado por Talíria Petrone e Marcelo Freixo, os representantes do partido na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, a CCJ, e conta com o apoio de toda a bancada.

A posição contrária do partido se dá pela inconstitucionalidade da “reforma”, que se expressa: no maior prejuízo para as mulheres, impacto desproporcional sobre professoras e professores, violação do direito fundamental ao acesso à justiça, aproveitamento de militares da reserva remunerada na Administração Pública sem concurso público, entre outros.

Para ler a justificativa completa do voto, clique aqui.

Esse retrocesso de direitos dos trabalhadores proposto pelo governo de Bolsonaro se apresenta como motivo jurídico para que o projeto seja barrado na CCJ ao violar o princípio da vedação ao retrocesso. Além disso, nos mostra como opera Bolsonaro: contra os interesses do povo, em benefício dos mais ricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *