Venezuela: Repudiamos a tentativa de golpe militar!

Há uma tentativa de golpe militar em curso, organizado pela Guaidó, partidos da Assembleia Nacional, dos patrões, e patrocinado por Donald Trump e os Estados Unidos.
Um setor militar libertou Leopoldo Lopez, que estava em prisão domiciliar, e se colocaram em frente à base aérea de Carlota em Caracas. De lá, eles pedem que as pessoas saiam às ruas e exortam outros setores militares a pronunciarem-se contra Maduro.
Nós do Partido Socialismo e Liberdade rejeitamos esta tentativa de golpe, aproveitando a rejeição popular à Maduro governo de fome e repressivo, pretendem instalar um governo pró-imperialista para devolver o poder à velha oligarquia do país. Isso não trará qualquer solução para os sérios problemas sociais que os trabalhadores e os setores populares estão experimentando.
Nosso claro repúdio ao golpe militar de Guaidó não significa dar apoio político ao governo de Nicolás Maduro. O PSL está repudiando a política de fome de um governo repressivo, no entanto, acreditamos que as pessoas devem ser mobilizados de forma independente para tirar Maduro e não um golpe militar patrocinado por Trump.
Somos por uma mudança profunda, mas acreditamos que isso deve ser feito pelas pessoas e pelos trabalhadores mobilizados nas ruas do país.
Somos por um governo dos trabalhadores que promova um plano econômico de emergência popular, que contemple um aumento dos salários iguais para a cesta básica, pelo petróleo 100% estatal, sem multinacionais e nem empresas mistas, e a suspensão do pagamento da dívida externa. Mas nem por isso apoiaremos um golpe militar.
Nós do Partido Socialismo e Liberdade chamamos os trabalhadores a repudiarem a tentativa de golpe pró-EUA, e a não apoiar qualquer nova ingerência imperialista em nosso país.
30/04/2019
Partido Socialismo e Liberdade (PSL), seção UIT-QI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *