Talíria Petrone denuncia Witzel à ONU

Do Site do PSOL:

Nesta terça (7), Talíria Petrone enviou à Organização das Nações Unidas, a ONU, um ofício no qual denuncia a agenda genocida do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Entre os meses de janeiro e março deste ano, 434 pessoas foram mortas pela força policial do Rio de Janeiro. A violência utilizada pelo governador se intensificou desde o fim de semana. De um helicóptero Witzel comandou disparos arbitrários em uma favela de Angra dos Reis. Na segunda (6), mais oito pessoas foram mortas em uma operação semelhante no Complexo da Maré.

A política do governador do Rio é endossada pelo projeto anti-pobre do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, que prevê impunidade para agentes policiais que alegarem ‘violenta emoção’ no momento em que cometeram os assassinatos.

O governo Federal e do Rio de Janeiro desfrutam de impunidade com relação as mortes causadas sob seu comando. Talíria Petrone recorre às Nações Unidas pela condenação dessas agendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *