CHILE | Piñera e os corruputos abrem a carteira timidamente para se manterem no poder!

Uma série de medidas miseráveis foram as anunciadas por Piñera depois de realizar uma reunião a portas fechadas com partidos corruptos na terça-feira (22) no palácio de la Moneda (sede do governo chileno), longe dos olhos e das demandas do povo.
A heróica luta do povo, da juventude e da classe trabalhadora está derrotando o toque de recolher e os militares nas ruas e pode fazer mudar o país em benefício da grande maioria. Piñera e seus comparsas querem silenciá-la e derrotá-la.
Suas medidas estão mescladas com novos negócios para a indústria farmacêutica e os bancos e seguradoras.
É evidente que essas medidas apresentadas não são para mudar nossa situação e a desigualdade. São para seguir roubando o povo e enriquecendo a custa dos nossos esforços e sacrifícios.
Eles liberam algumas moedas miseráveis ​​para permanecer agarrados aos seus privilégios suculentos que deixam intactos.
O povo aceitará a manobra de Piñera e dos partidos corruptos que fecharam esse acordo? Saberemos nas próximas horas. Por enquanto ninguém está celebrando nas ruas os miseráveis anúncios do governo. Esse sintoma é mais que encorajador.
Nosso chamado é a seguir a luta, agora mais que nunca.
Repudiemos a manobra de Piñera nas assembleias de base que surgem espontaneamente quando preparamos as marchas, os protestos e panelaços;
 – Repudiemos a todos os que participaram da reunião avalizando a manobra de Piñera;
 – Avancemos unidos até tirar Piñera e reorganizar o país democraticamente a partir de baixo até em cima.  Na quarta-feira (23) redobremos a luta combinando a greve geral com os protestos nacionais;
 – Não permitamos que outros falem a nosso nome. Centralizemos nossa luta e nossas demandas com uma assembleia democrática de todos que estão em luta;
 – Nenhuma confiança na assembléia dos corruptos disfarçados de diálogo e acordo nacional!
 – Vamos unir a greve com o protesto nacional para aprofundar nossa luta, tirar Piñera e derrotar os militares!
23 de outubro de 2019
MST UIT-QI
Tradução: Felipe Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *