Peru: FORA TODOS!

Unios Perú, seção peruana da Unidade Internacional de Trabalhadoras e Trabalhadores – Quarta Internacional – UIT-QI

Ao levantar a questão do voto de confiança nas mudanças do processo eleitoral na Suprema Corte, o governo de Martín Vizcarra mostra que nunca pretendeu jogar-se pela antecipação das eleições.

O referendo e as reformas políticas nunca estiveram à altura das mudanças necessárias para solucionar os problemas de corrupção.

Todas as propostas de Vizcarra foram medidas anestésicas para o povo. Para retirar das ruas os protestos contra os corruptos, especialmente do Congresso e negociar com os próprios corruptos uma saída. Hoje, a máfia do congresso passa pela negociação na Suprema Corte e Vizcarra ameaça com a questão do voto de confiança. Quanto custa o fujiaprismo para garantir o voto de confiança e continuar com a negociação?

Temos um governo que se encolhe diante dos corruptos, que é imensamente generoso com empresários, cruel e desapiedado com os trabalhadores e as comunidades.

Eu “dou” mais um ano de roubo e distribuo aos miseráveis do Fujiaprismo, mais dez anos de isenções para os empresários do setor agroindustrial, a licença para a mineradora Southern(Tía María), um decreto de privatização das poucas empresas estatais e de yapa: o decreto 345 (agora substituído por 237-19) para flexibilizar o emprego, as férias, as gratificações e facilitar as demissões coletivas.

Tal como foi feito para tirar Fujimori e anular a lei de Pulpin, precisamos encher as ruas de jovens, trabalhadores e gente do povo. Queremos fora todos.

A Frente Ampla chamou corretamente para mobilizar e ocupar as ruas. Nesta segunda-feira, 30 de setembro, deve ser o início de intensos dias de mobilização.

Mas também deve ser o começo para que as organizações políticas que se reivindicam do povo, das centrais sindicais, dos sindicatos, das organizações estudantis, das organizações de bairro e das comunidades comecem a coordenar, fortalecer esse processo de mobilização e nos fornecer uma lista de demandas e um plano de ação até que todos os corruptos caiam.

– Novas eleições sem corrupção

– Por uma Assembleia Constituinte

– Fora Todos.

Unios Perú, seção peruana da Unidade Internacional de Trabalhadoras e Trabalhadores – Quarta Internacional – UIT-QI

Tradução Mário Makaiba

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *