LGBT | Sem censura: LGBTs nas ruas, nos estádios e nos livros!

O mês de agosto foi marcado por datas importantes para as LGBTs. Tivemos o dia nacional do orgulho lésbico (19) e dia da visibilidade lésbica (29), datas marcadas por muitas lutas das mulheres, além campanha pelo fim da violência, gritos e cantos homofóbicos nos estádios!

Essa mobilização é essencial para enfrentarmos os ataques do atual presidente Bolsonaro e seus seguidores que, além das medidas econômicas que retiram nossos direitos e precarizam ainda mais nossas vidas, seguem com declarações e políticas conservadoras, como o anúncio de censura na produção de filmes com temática LGBT e o pedido que o Ministério da Educação elabore um projeto contra a “ideologia de gênero”. Além disso, Dória (SP) mandou recolher livros didáticos que que falavam sobre educação de gênero e de Crivella (RJ) criou um grande fato ao tentar censurar a venda de livros na Bienal do livro com temas ligados a homossexualidade, após ver um romance em que dois heróis se beijavam.
Setembro será marcado por inúmeras paradas LGBT Brasil a fora e devemos aproveitar esses espaços para nos mobilizarmos em torno das nossas pautas e contra todos os ataques do governo! Fomos parte das mobilizações pelo #EleNão e seguimos em defesa da Educação, da Previdência, da Amazônia e dos nossos direitos! Não aceitaremos mais violência e censura contra nossos corpos e afetos! Exigimos uma educação anti machista e anti-LGBTfóbica que combata a violência em todos os espaços!

Ivana Fortunato (CST RJ) e Natalia Lucena (CST MG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *