[Vídeo] IRRESPONSÁVEL | Em entrevista, Bolsonaro volta a chamar pandemia de histeria

Marque aqui seus amigos e amigas para combater a desinformação e a irresponsabilidadeAo contrário do que diz Bolsonaro, não serão alguns infectados pelo vírus, serão milhares se a irresponsabilidade continuar. Dados científicos sobre o avanço do vírus comprovam o risco real dele, e o próprio Ministério da Saúde orienta evitar aglomerações e seguir em quarentena, para diminuir a curva de contágio. O observatório com físicos da USP, Unicamp, Unesp, UnB, UFABC, Berkley (EUA) e Oldenburg (Alemanha) mostra que número de infectados, considerando dados desta quinta (19), vem dobrando a cada 54 horas. No Brasil, já são mais de 1000 infectados e pelo menos 15 mortos pelo vírus. "Isso prejudica a economia"A preocupação do Bolsonaro não é com a vida das pessoas, que continuam diariamente expostas ao vírus, tendo que pegar transporte público lotado, com medo de perderam o emprego e ficarem sem salário. O presidente e o ministro da economia Paulo Guedes só se importam com o lucro e continuar retirando direitos da população.É mentira que o governo se preocupa com a situação dos trabalhadores informais, tanto que quer destinar apenas 200 reais por mês — cerca de 6 reais por dia — para que esses trabalhadores sustentem suas famílias. Além disso, propõem cortar metade do salário dos tabalhadores, enquanto priorizam o pagamento da dívida externa, que retira trilhões do orçamento federal brasileiro. Igual os líderes religiosos oportunistas, que não querem perder o dinheiro do dízimo e colocam a vida dos fiéis em risco.Hoje (21), faremos um panelaço às 20h contra Bolsonaro, Mourão e Guedes, em apoio aos trabalhadores. Participe e convide o máximo de pessoas possível em suas redes sociais.Esse vídeo é da entrevista dada no Programa do Ratinho (SBT), dia 20 de março, sexta.#ForaBolsonaro #panelaço21M #quarentena #coronavírus #Brasil

Publicado por Vamos à Luta em Sábado, 21 de março de 2020

 

Ao contrário do que diz Bolsonaro, não serão alguns infectados pelo vírus, serão milhares se a irresponsabilidade continuar. Dados científicos sobre o avanço do vírus comprovam o risco real dele, e o próprio Ministério da Saúde orienta evitar aglomerações e seguir em quarentena, para diminuir a curva de contágio. O observatório com físicos da USP, Unicamp, Unesp, UnB, UFABC, Berkley (EUA) e Oldenburg (Alemanha) mostra que número de infectados, considerando dados desta quinta (19), vem dobrando a cada 54 horas. No Brasil, já são mais de 1000 infectados e pelo menos 15 mortos pelo vírus.

“Isso prejudica a economia”, diz Bolsonaro.

A preocupação do Bolsonaro não é com a vida das pessoas, que continuam diariamente expostas ao vírus, tendo que pegar transporte público lotado, com medo de perderam o emprego e ficarem sem salário. O presidente e o ministro da economia Paulo Guedes só se importam com o lucro e continuar retirando direitos da população.

É mentira que o governo se preocupa com a situação dos trabalhadores informais, tanto que quer destinar apenas 200 reais por mês — cerca de 6 reais por dia — para que esses trabalhadores sustentem suas famílias. Além disso, propõem cortar metade do salário dos tabalhadores, enquanto priorizam o pagamento da dívida externa, que retira trilhões do orçamento federal brasileiro. Igual os líderes religiosos oportunistas, que não querem perder o dinheiro do dízimo e colocam a vida dos fiéis em risco.


O vídeo é um trecho da entrevista de Bolsonaro no Programa do Ratinho (SBT), na sexta-feira dia 20 de março.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *