Chile | Liberdade para Alejandro Carvajal, acusado pelo incêndio da Universidade Pedro de Valdivia! Basta de criminalização dos protestos sociais!

 

 

Alejandro Carvajal, jovem de 19 anos, preso político, está sendo acusado de ser o único responsável do incêndio da sede da Universidade Pedro de Valdivia, ocorrido no dia 8 de novembro de 2019, nos arredores da Praça Dignidade, em Santiago. O companheiro entrou na universidade, como fizeram centenas de pessoa nesse dia, para escapar das bombas de gás lacrimogênio que os Carabineiros atiravam contra os manifestantes. Os repressores agarraram Alejandro, enquanto ele tentava escapar, e montaram o caso com base em uma farsa: que a mochila de Alejandro, que eles apreenderam, teria um líquido inflamável.

Além disso, o companheiro foi filmado por um Carabineiro disfarçado de civil (fato que a promotoria aceitou) onde se vê ele com uma garrafa de bebida no pátio do primeiro andar da sede da Universidade. É importante elucidar que fontes e testemunhas declararam que o incêndio começou no terraço da universidade. Agora o condenaram e, nesta sexta (19) lerão sua sentença. A promotoria está pedindo 10 anos de prisão para esse jovem completamente inocente. Essa é a linha política do governo: encarcerar os lutadores que saíram às ruas para se manifestarem em seu legítimo direito com o objetivo de reprimir a mobilização contra o governo e colocar medo em todos.

A lista A Darlo Vuelta Todo, em conjunto com os partidos MST e PTR, apoiamos a família de Alejandro e exigimos sua imediata libertação e a anulação do julgamento. Basta de criminalização dos protestos sociais! Não às montagens policiais! Fim dos Carabineiros corruptos e assassinos! Fora Piñera!

 

Lista de Deputados Constituintes “A Darlo Vuelta Todo

Movimento Socialista das/dos Trabalhadores (MST)

Partido das/dos Trabalhadores Revolucionários (PTR)

 

17/02/2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *