Basta de chacinas ao povo negro e pobre!

Mais uma vez o povo negro é assassinado, em pleno mês da consciência negra, quando o dia 20 de novembro é questionado por um governo racista. Em plena pandemia, a população negra, pobre e trabalhadora é a maior vítima, tanto da Covid 19 quanto das operações policiais nas comunidades, que são verdadeiras ações de extermínio.
Dessa vez a chacina foi em São Gonçalo (RJ), no complexo do Salgueiro, no bairro das Palmeiras, uma comunidade formada por trabalhadores e esquecida pelos governos, carente de serviços para suprir as necessidades básicas (educação, saúde, segurança) e garantir uma vida digna aos moradores. Trata-se de uma população abandonada pelo estado como parte do projeto político de Bolsonaro e Claudio Castro, que visa o enriquecimento de poucos em cima da exploração e miséria da classe trabalhadora. Estima-se que sejam 20 mortos, sendo que oito deles foram retirados da lama por familiares no manguezal, em cenas que causam profunda indignação.
Não há justificava para o que ocorreu em São Gonçalo, nem a morte de um sargento numa suposta troca de tiros, nem o suposto combate ao tráfico de drogas. A verdade é que essas operações gastam rios de dinheiros, por interesses alheios aos da população, no intuito de invadir moradias, retirar vidas de jovens, adultos, grávidas, crianças, idosos, e principalmente do povo negro que reside nas comunidades do Rio de Janeiro.
Nos solidarizamos com as mães, que perderam seus filhos nessa ação bárbara. Basta de genocídio! Precisamos ocupar as ruas para que os responsáveis sejam presos! Defendemos a auto-organização de moradores para se defenderem do crime organizado e das ações policiais, lutando por uma segurança efetiva para as comunidades.

– Basta de chacinas ao povo negro e pobre!
– Pelo fim operações policiais
– Pela desmilitarização da PM
– Pela descriminalização das drogas

FORA BOLSONARO! FORA CLAUDIO CASTRO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *