Repudiamos os ataques às escolas! Enfrentar a extrema direita nas ruas!

Em 29 de novembro a Escola Municipal José Silvino Diniz em Contagem amanheceu destruída, com pichações de símbolos nazistas e com sua exposição do dia da consciência negra também atacada, esse é mais um ataque as escolas que acontece no Brasil em menos de uma semana, dessa vez o ataque aconteceu de madrugada e não houve ataques físicos aos estudantes e trabalhadores da escola no horário de aula, mas obviamente se trata de um grave ataque a comunidade escolar. Em menos de uma semana foi realizado outro ataque em escolas no Espírito Santo, um adolescente de 16 anos armado e usando uma suástica em seu braço matou até então 4 pessoas e feriu dezenas em Aracruz.
A política de Bolsonaro ajuda a fortalecer esses ataques
O governo Bolsonaro as organizações da extrema direita cresceram mais de 200% no país, Bolsonaro ajuda com sua política de atacar as minorias, defender e articular a organização da extrema direita, os métodos de violência de seus apoiadores têm aparecido de forma mais clara, há aqueles que estão ainda em frente aos quarteis reivindicando uma intervenção militar e os que tentam atentados como estes.
Repudiar o ataque e mobilizar os trabalhadores para derrotar a Extrema direita
É fato que desde que acabaram as eleições no dia 30 temos visto desde o próprio dia toda movimentação para impedir a votação dos estados do nordeste, bem como ao término da eleição a mobilização de bloqueios nas rodovias e até hoje de pessoas que seguem em frente aos quarteis exigindo uma tomada do poder pelo exército.
Também podemos dizer que desde então as principais direções (PT, PcdoB, CUT, CTB, UNE, UBES) não se mobilizaram para responder a essas movimentações golpistas e só pensam hoje em uma caravana para a posse de Lula.
O SIND-UTE MG precisa responder aos ataques.
É necessário que façamos um debate com os companheiros, enquanto a Extrema Direita protesta, ataca as escolas, não vimos nenhuma mobilização por parte de nosso sindicato para responde-los.
Nós da Combate, entendemos como fundamental cercar de solidariedade os trabalhadores e estudantes da Escola Municipal Silvino Diniz, bem como repudiar os ataques as escolas, encontrar e punir os responsáveis pelos atos e seus financiadores, é preciso também organizar a classe trabalhadora para enfrentar a Extrema Direita, e isso só se realizará se sairmos do imobilismo e preparar uma resposta contundente nas ruas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *