Repudiamos o bombardeio imperialista na Síria! Não ao genocídio de Assad-Putin!

Uns 50 mísseis de cruzeiro norte-americanos foram lançados sobre instalações militares do regime sírio de Al Assad por ordem de Donald Trump. Eles argumentam que seria em retaliação ao ataque químico perpetrado por Bashar al Assad dias antes.
Repudiamos tanto o bombardeio norte-americano como a ação criminal da ditadura de Al Assad apoiada pela aviação russa de Putin. Nossa corrente socialista, a UIT-CI, passou anos repudiando a ditadura de Al Assad e suas ações genocidas e, especialmente, condenamos o bombardeio com gás químico na terça-feira, 4/04, que matou 72 pessoas e deixou dezenas de feridos em Jan Seijun, província do noroeste de Idlib.
Porém, da mesma forma, agora nós repudiamos o bombardeio ordenado por Trump. Nós não reconhecemos nenhum direito ao imperialismo de pretender fazer “justiça”. O imperialismo norte-americano é o maior assassino da história, com suas invasões e agressões no mundo.
Chamamos os povos do mundo e as organizações políticas, sindicais, estudantis e da esquerda a expressar seu repudio tanto ao bombardeio imperialista como ao regime de Assad-Putin e mostrar solidariedade com o povo rebelde sírio.

Basta de bombardeios na Síria. Não aos mísseis dos EUA e Trump. Fora todas as intervenções militares estrangeiras. Abaixo a ditadura de Bashar al Assad. Não ao ISIS. Apoio à resistência do povo sírio. Pela ruptura de relações dos governos com a ditadura de Al Assad.

Unidade Internacional dos Trabalhadores-Quarta Internacional (UIT-CI)
7 de abril de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *